Probióticos emagrecem? Descubra lendo este post!

Probióticos emagrecem? Esta é uma das perguntas mais comuns entre os que buscam alternativas saudáveis para perder peso. Mas será que eles realmente podem ser as estrelas principais do emagrecimento ou servem de apoio? Vamos desvendar este “mistério” juntos!

Não é nenhum segredo que cuidar da saúde é fundamental para manter o peso e, principalmente, o funcionamento do organismo em dia. E que os alimentos probióticos são ótimas opções quando tratamos de um órgão sensível e essencial: o intestino.

É no intestino que os nutrientes dos alimentos são absorvidos. Repleto de bactérias “boas”, ele ainda contribui com nosso sistema imunológico. Ou seja, quando sua flora natural (microbiota) está desequilibrada, ficamos mais propensos a doenças.

As “bactérias do bem” encontradas nos probióticos atuam especialmente no intestino, ajudando a reequilibrar seus mecanismos. Resultado: além de colaborarem com nosso bem-estar, eles influenciam a perda de peso porque atuam no processo digestivo.

Probióticos emagrecem? Tudo indica que eles dão uma forcinha e tanto… e isso não ocorre apenas porque ajudam a diminuir a sensação de barriga inchada.

Probióticos emagrecem? Saiba mais sobre o tema

Não precisa ser especialista para saber que uma dieta balanceada é fundamental para o emagrecimento saudável. O que inclui consumir alimentos probióticos. Porém, as bactérias intestinais podem desempenhar um papel importante na regulação do peso devido outros fatores…

Há relatos de pesquisas em animais e humanos indicando que as bactérias intestinais mudam se o peso da pessoa é normal, excedente ou ela é obesa.

Ao responder à questão “probióticos emagrecem?” também devemos levar em conta que alguns deles são capazes de inibir a absorção de gordura dos alimentos, aumentando a quantidade dela a ser expelida nas fezes. Bactérias como as da família Lactobacillus funcionam assim, favorecendo a assimilação de menos calorias da dieta.

Outro modo de os probióticos ajudarem na luta contra o sobrepeso e a obesidade é reduzindo o apetite. Isso acontece porque eles tendem a auxiliar na liberação do GPL-1, o hormônio da saciedade. O aumento do nível desta sustância pode, ainda, potencializar a queima de gordura.

Probióticos emagrecem? Eles costumam influenciar a diminuição do armazenamento da gordura ao estimular o aumento da proteína ANGPTL4.

E não acabou! Existem evidências que ligam a obesidade à inflamação no cérebro. Portanto, ao cuidar da saúde do intestino, isso pode minimizar a inflamação sistêmica, protegendo a pessoa do excesso de peso e outras condições.

Como você pode notar, os probióticos apresentam características que podem influenciar o número de calorias que absorvermos, nossos hormônios, proteínas, a inflamação associada à obesidade e até o acúmulo de gordura.

O que justifica os parágrafos acima é que nosso intestino é habitado por micro-organismos benéficos e prejudiciais, sendo que o equilíbrio desejado da flora intestinal deve ser: 85% de “bactérias boas” e 15% “bactérias ruins”, aproximadamente.

Quando esse balanceamento é prejudicado, acontece a disbiose, isto é, uma desarmonia em fungo, bactéria ou fermento, afetando o organismo de maneira negativa em diversos aspectos, incluindo o acúmulo de gordura.

Probióticos emagrecem? Eles podem ajudar, uma vez que ingerir alimentos ou, se for o caso, suplementos probióticos pode auxiliar no reequilíbrio dos índices citados anteriormente.

Essas bactérias vivas e guerreiras que passam pelo processo de digestão e chegam ao intestino intactas fazem bem à nossa saúde. Probióticos emagrecem? Muito mais do que isso, eles ajudam a combater micro-organismos inimigos (aqueles ligados à prisão de ventre, absorção ineficaz de nutrientes e ao excesso de gases).

Nossos aliados, ao lutar em conjunto com uma dieta saudável, os probióticos fortalecem nossas defesas porque potencializam a produção de células protetoras. Onde encontrar essa tropa? Principalmente em leites fermentados, alguns queijos, iogurtes, além de suplementos.

Cuide-se!
Até breve…

Leave a Reply