Probiótico Enterogermina: conheça este suplemento

O Probiótico Enterogermina é uma suspensão aquosa à base de esporos de bacilos (Bacillus clausii). O micro-organismo habita nosso intestino e contribui para o equilíbrio da flora intestinal. Hoje você vai entender o que esse suplemento é capaz de proporcionar.

Sem poder patogênico, o Bacillus clausii é administrado por via oral, chegando íntegro ao intestino. Dessa maneira, cria uma barreira antigermes e/ou agentes maléficos.

Além disso, a substância ativa do Probiótico Enterogermina tem a capacidade de levar à produção de vitaminas, especialmente as do complexo B.

O alimento funcional Enterogermina age sobre a flora intestinal bacteriana, também chamada de microbiota. Esta possui importantes funções em nosso organismo. Por exemplo: auxiliar na recuperação das células intestinais; favorecer a digestão e a absorção dos alimentos.

E ainda: contribui com melhoria na resposta imune e forma uma forte linha de defesa contra invasores.

Atenção: o Probiótico Enterogermina não deve ser ingerido por pessoas com deficiência no sistema imunológico (imunocomprometidas).

Probiótico Enterogermina: saiba mais

O produto não contém açúcar ou glúten, podendo ser utilizado por celíacos e diabéticos. Também não traz quantidade importante de valor energético.

O Bacillus clausii (probiótico) ajuda a equilibrar a flora intestinal, porém, seu consumo deve estar associado a hábitos de vida saudáveis, incluindo alimentação balanceada.

Outras informações relevantes: o Probiótico Enterogermina deve ser mantido em sua embalagem original e em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C), longe da umidade e da luz.

A versão frasco (flaconete), uma vez aberta, deve ser consumida de imediato. Mas ainda o formato cápsula, e diversos laboratórios oferecem o produto.

Eventualmente, pode ocorrer a presença de grânulos no flaconete de Enterogermina. Contudo, isso não quer dizer que o produto esteja alterado, pois os esporos de Bacillus clausii tendem a ficar aglomerados.

Existe o Enterogermina e o Enterogermina Plus. O primeiro é um alimento probiótico com 2 bilhões de esporos de Bacillus clausii e água; o segundo traz 4 bilhões do mesmo micro-organismo no meio aquoso. Cada frasco fornece 5 ml da suspensão.

Ou seja, a composição é a mesma. O que muda é a posologia. Em geral, a dose recomendada de Enterogermina Plus é de apenas 1 flaconete ao dia.

Normalmente, o Probiótico Enterogermina é recomendado para reequilibrar a flora intestinal em situações como infecções e diarreias, inclusive nos bebês e crianças – com aval médico, claro. Grávidas e lactantes devem contar com autorização do profissional de saúde para ingerir o alimento funcional feito com Bacillus clausii.

Considerado o probiótico mais vendido do mundo, o Enterogermina é comercializado por cerca de R$ 25,00, a caixa com 10 frascos de 5 ml.

Importante: este post tem função de informar. Não substitui consulta e prescrições médicas ou de nutricionista. Consulte sempre um profissional especializado para tirar dúvidas e fazer o acompanhamento adequado de sua saúde.

O suplemento Probiótico Enterogermina vem pronto para beber e não possui sabor, podendo ser misturado com outros líquidos (suco de fruta, chá, água ou leite).

Com isso, é possível dar uma forcinha ao organismo, inibindo a multiplicação descontrolada de “bichinhos” prejudiciais à saúde. Sem falar que os probióticos atuam diretamente no mecanismo de defesa das células do intestino e estimulam nosso sistema imunológico.

Uma flora intestinal regulada proporciona inúmeros benefícios, entre os quais estão: boas digestão e absorção dos alimentos; manutenção dos movimentos intestinais normais; produção de vitaminas B e K, além dos outros que você já viu neste artigo.

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que probióticos, quando administrados em quantidades corretas, oferecem muitas vantagens.

Portanto, exagerar na dose ou não seguir orientações médicas não é uma boa ideia. Uma prova disso é que algumas pessoas descobrem que probiótico dá gases em certos casos. Quer saber quais? Confira outro post aqui…

Aproveite a leitura! E até breve…

 

Imagens: Pixabay

Leave a Reply