Como fazer kefir e os benefícios dessa bebida fermentada

Você provavelmente já ouvir falar em Kefir. O nome é de uma espécie de microorganismos que geram uma bebida fermentada, que tem origem no leste da Europa e seu consumo traz muitos benefícios para o bom funcionamento dos intestinos. Descubra para que serve e até como fazer e tirar proveito de suas propriedades.

Os nomes para o Kefir variam de acordo com a região. Comum no leste europeu e na Ásia, recebe apelidos como “Lótus de Neve”, “Fungo do Iogurte”, “Plantas de Iogurte”, “Cogumelos do Iogurte”, “Cogumelos Tibetanos”, entre outros.

Chamar de ‘fungo’ pode causar um pouco de mal-estar a alguém. Mas muitos organismos vivos são excelentes para o bom funcionamento do corpo humano, como os essenciais protozoários e os probióticos, que comentamos em outro post bem aqui.

As colônias são utilizadas para fermentar leite e gerar um iogurte líquido derivado do leite de cabras, ovelhas e vacas, dependendo da região e da matéria-prima mais abundante.

Por derivar do leite, a bebida enriquecida pelo kefir contém altas doses de cálcio, bom para os ossos e os dentes, excelente para combater a osteoporose e por isso, muito indicado para os mais idosos.

Kefir para emagrecer

O leite fermentado pelo Kefir tamém é rico em vitaminas B2 e K2, magnésio, folato, enzimas saudáveis e probióticos. É muito nutritivo e ajuda quem quer emagrecer do jeito mais natural possível:

  • Ajuda a dar a sensação de saciedade, o que diminui a vontade de comer;
  • Ajuda no melhor funcionamento do intestino;
  • Tem poucas calorias;
  • Auxilia na digestão fazendo seu organismo funcionar bem.

Kefir para ficar mais saudável

Quando você vê o Kefir, tem a impressão de ver grãos, que na verdade são colônias de leveduras e boas bactérias, probióticas, usadas inclusive como medicamento desde os tempos antigos.

Ao invés de matar bactérias do corpo do paciente utilizando antibióticos, os médicos dos tampos antigos davam como remédio cargas extras de boas bactérias. Veja alguns benefícios médicos do uso diário do Kefir:

  • Fortalecer sua imunidade;
  • Diminuir o efeito de alergias;
  • Serve também contra asma;
  • Excelente reforço para tratar de doenças inflamatórias do intestino;
  • Ajudar com a digestão de lactose;
  • Servir como antibiótico para o fungo Cândida, responsável pela candidíase;
  • Valioso aliado para desintoxicar o organismo;
  • Combater a osteoporose contribuindo para reforçar e aumentar a densidade óssea;
  • Ajuda a combater e prevenir vários tipos de câncer, especialmente aqueles do trato intestinal;
  • Alimento probiótico completo.

Dois Tipos de Kefir

O Kefir é muito usado para fazer parte de alimentos, molhos e cremes baseados em leite. E o leite é o principal ingrediente na fabricação deste probiótico. Uma colônia de Kefir saudável vai fermentar um ou dois litros de leite em 24 horas. E a partir daí você já pode usá-lo em suas receitas e iogurtes, cremes, molhos e queijos. Tudo isso feito com leite derivado de animais comuns, como ovelhas, pouco vistas no Brasil, cabras, já mais fáceis de encontrar, e o leite de vaca, preferência nacional.

E quem não suporta nem mesmo sentir o cheio de leite e fica enjoado só de saber que tem leite de qualquer animal que seja em casa, pode utilizar uma variável do Kefir do leite que é o Kefir da água, que pode ser cultivado em água filtrada comum, água de coco e leite de coco. Outro bom substituto para o leite de vaca é oum leite vegetal, como o leite de soja. Depois, basta acrescentar açúcar para alimentar as colônias de Kefir.

Claro que a gente sugere usar açúcar mascavo, que é muito mais saudável que o açúcar refinado.

Modo de Fazer o Kefir

Você precisa de uma “colônia matriz” para começar sua criação.

O passo seguinte é determinar em qual meio vê vai criar sua fazenda de Kefir.

Escolha entre os ingredientes mais simples, como água limpa, sem gás, filtrada, sem cloro ou nenhum tipo de antibactericida. Água mineral de Ph baixo é um luxo, mas você pode apenas pegar água filtrada e seus Kefir vão crescer bem saudáveis.

Água de coco u leite de coco para fazer um “Kefir gourmet” vai ser a cara da riqueza.

E o mais tradicional, o de leite, que pode ser de animais menos comuns no Brasil, como a cabra e a ovelha, ou o mais simples e puro leite de vaca.

Acrescente o meio líquido de sua escolha. Leite, água de coco, leite vegetal ou água comum. Duas xícaras serão suficientes. Algo perto de 250ml.

Adicione uma colher de sopa de grãos de Kefir a seu vidro de criação. Não use recipientes metálicos. Recipientes de barro podem ser utilizados, o que vai dar um aspecto clássico à sua fazendinha de Kefir, mas pela praticidade, jarros de vidro são fáceis de encontrar e protegem bem a colônia.

Cubra o jarro para evitar a entrada de ar e agentes contaminantes, mas não tampe. O Kefir precisa respirar. Use um pano amarrado na boca do jarro ou pote.

Deixe fermentar naturalmente de 12 a 36 horas.

Com a ajuda de um pano para coar, escorra o líquido em outro recipiente.

Beba o líquido ou use em receitas.

Lave o Kefir com água filtrada apenas e coloque sua colônia de volta no recipiente para voltar a fermentar e crescer.

Sua fazendinha pode ficar fermentando por até uma semana, sem estragar.

Quem é diabético também vai se beneficiar do leite fermentado derivado de Kefir, porque apesar do uso de açúcar mascavo, a colônia vai devorar praticamente todo o açúcar usado na fabricação do leite fermentado.

E quem não gosta de comer ou beber nada azedo, que é o sabor natural de um alimento fermentado, pode bater o leite de Kefir com frutas e adoçar com mel.

Você vai ter uma vida mais saudável, vai reforçar as defesas do seu corpo, vai se sentir bem melhor e com mais disposição, evitar e combater doenças, tudo isso apenas se alimentando melhor.

Que tal bater um iogurte de frutas com Kefir para o café da manhã?

Leave a Reply