10 alimentos probióticos para você incluir na sua dieta

Alimentos probióticos são aqueles que contêm bactérias e outros tipos de microorganismos vivos e, por conta disso, ajudam a alcançar um melhor funcionamento do organismo de quem os ingere. Eles são especialmente benéficos para o sistema digestivo.

É comum pensarmos em bactérias e outros seres microscópicos como causadores de doenças, mas o nosso corpo está cheio deles, tanto os bons quanto os maus. Os probióticos, nome dado aos micro-organismos que conferem benefícios à saúde do hospedeiro, costumam ser chamados de “bons” ou “úteis” pelos seus efeitos.

Os pesquisadores ainda estão tentando descobrir exatamente como eles nos mantêm saudáveis, mas algumas das formas que os alimentos probióticos podem ajudar você são:

  1. Quando seu corpo perde bactérias “boas”— por exemplo, após tomar antibióticos —, os probióticos podem repô-las.
  2. Eles podem ajudar a equilibrar as bactérias “boas” e “más”, para que seu corpo continue funcionando adequadamente.
  3. Sistema imunológico mais forte
  4. Melhor digestão
  5. Aumento da energia por causa da produção de vitamina B12
  6. Melhora do hálito, porque probióticos acabam com a candidíase intestinal
  7. Pele mais saudável, já que probióticos melhoram problemas como eczema e psoríase
  8. Menos resfriados e gripes
  9. Tratamento da doença inflamatória intestinal
  10. Perda de peso

Há vários tipos de probióticos, cada um com diferentes efeitos e benefícios para o seu corpo. A dieta ideal deve conter mais de um deles ou o maior número possível. Estas são sete espécies de probióticos que ajudam o seu organismo:

  • Lactobacillus acidophilus
  • Lactobacillus bulgarius
  • Lactobacillus reuteri
  • Streptococcus thermophilus
  • Saccharomyces boulardii
  • Bifidobacterium bifidum
  • Bacillus subtilis

É possível encontrar esses aliados do seu organismo em suplementos ou em alguns alimentos probióticos. A seguir, veja uma lista de dez opções desses últimos para incluir na sua dieta.

10 alimentos probióticos que são ótimos para sua saúde

Iogurte

Talvez o alimento probiótico mais popular seja o iogurte feito do leite de vacas, cabras ou ovelhas. Na maioria das vezes, ele pode ser colocado no topo do ranking das fontes probióticas, desde que seja feito com o leite de animais herbívoros e não-pasteurizado.

O problema é que a qualidade dos iogurtes no mercado varia muito. O recomendado quando for comprar iogurte é observar três coisas: se ele vem do leite de cabra ou ovelha; se os animais são alimentados com pasto/grama; se é orgânico.

Vinagre de maçã

Ótimo para manter sob controle a pressão sanguínea, colesterol, diabetes e até para perda de peso, o vinagre de maçã é uma excelente opção para o dia a dia que traz inúmeros benefícios — incluindo oferecer probióticos. Tome uma pequena quantidade todo dia ou use na salada.

Chucrute

Feito com repolho fermentado, o chucrute não é tão rico e variado em probióticos, mas possui muitos ácidos orgânicos, o que dá ao prato seu gosto azedo e ajuda no crescimento de bactérias benéficas. O chucrute ganhou popularidade na Alemanha atualmente. A receita fermentada também é rica em enzimas, o que pode ajudar na digestão.

Picles

Essas iguarias fermentadas são um alimento probiótico pouco reconhecido. Escolha um produtor pequeno que use matérias-primas orgânicas. Se você conseguir encontrar um produtor local, você poderá estar levando alguns dos melhores probióticos para a sua saúde.

Azeitonas em salmoura

Azeitonas que ficam imersas em salmoura são uma ótima fonte de probióticos também. Como os picles, certifique-se de escolher um produto que seja orgânico primeiro.

Depois, tenha certeza de que suas azeitonas não sejam feitas por um grande produtor. Escolha uma marca menor que promova os probióticos. Também se certifique de que suas azeitonas não contêm benzoato de sódio.

Missô

Missô é um tempero japonês tradicional encontrado em muitas de suas comidas tradicionais. Se você já foi a um restaurante japonês, já deve ter visto a sopa de missô deles. Ele é criado a partir da fermentação de soja e cevada ou arroz marrom com koji.

O koji é um fungo e a sua fermentação dura algo entre alguns dias e alguns anos para ser completa. Missô pode ser usado para fazer sopa, espalhado em biscoitos salgados em vez da manteiga ou onde você quiser. Um excelente e versátil alimento probiótico.

Kefir

Parecido com o iogurte, este laticínio fermentado é uma mistura singular de leite e grãos de kefir. O kefir vem sendo consumido há 3 mil anos e o nome, originado na Turquia e na Rússia, significa “sentir-se bem”.

Tem um sabor levemente ácido e azedo e contém de 10 a 34 espécies de probióticos. O Kefir é similar ao iogurte, mas, como é fermentado com levedura e uma quantidade maior de bactérias, o resultado final é mais rico em probióticos.

Kombuchá

Este alimento probiótico é uma fermentação de chá preto que é feita usando um SCOBY, ou colônia simbiótica de bactérias e levedura (em inglês). O kombuchá existe há 2 mil anos, tendo surgido no Japão. Muitos alegações já foram feitas a respeito do kombuchá, mas, entre seus maiores benefícios à saúde, estão: ajuda à digestão, mais energia durante o dia e desintoxicação do fígado.

Queijo fresco

Queijos frescos de leite de cabra, de ovelha e de leite bovino A2 são especialmente ricos em probióticos, incluindo streptococcus termophilus, bifidobactérias e lactobacillus bulgaricus e acidophilus. Sempre compre queijo fresco e não-pasteurizado se você quer receber algum probiótico.

Kvass

O Kvass é uma bebida fermentada comum no leste da Europa desde a Antiguidade. Tradicionalmente, era feita pela fermentação do centeio ou cevada, mas em tempos recentes vem sendo produzida usando beterraba, frutas e outras raízes, como a cenoura. O Kvass contém probióticos lactobacillus, é conhecido por suas propriedades purificadoras do sangue e do fígado e seu sabor levemente azedo.

Além desses dez, há muitos outros alimentos probióticos. Alguns são mais ou menos fáceis de serem encontrados ou de fazer em casa, como o kimchi coreano, ou mais ou menos recomendados para uso regular, como bebidas alcoólicas fermentadas (vinho e cerveja), mas, agora que você já sabe de seus benefícios e de algumas opções, já pode incluí-los em sua dieta.

Você já sabia da existência ou dos benefícios dos alimentos probióticos? Se este artigo ajudou você a descobrir essa ótima fonte de saúde e bem-estar, ou se gostaria de tirar alguma dúvida, deixe seu comentário.

Leave a Reply